• Imagem cabeçalho site do colegiado de contabeis, logo

Objetivos

O curso de Bacharelado em Ciências Contábeis tem por objetivo preparar profissionais capazes de compreender as questões científicas, técnicas, sociais, econômicas e financeiras em âmbito nacional e internacional nos diferentes modelos de organização, assegurando o pleno domínio das responsabilidades funcionais envolvendo apurações, auditorias, perícias, arbitragens, domínio atuarial e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, com a plena utilização de inovações tecnológicas, revelando capacidade crítico-analítica para avaliar as implicações organizacionais com o advento da tecnologia da informação. Nesse sentido, espera-se que o egresso do curso de Ciências Contábeis não apenas esteja apto a contribuir para que as organizações alcancem maior grau de eficácia sob o ponto de vista econômico-financeiro, mas também trate a Contabilidade como instrumento de apoio à cidadania. O pressuposto fundamental é o de que as organizações devem ser exigidas a prestar contas mais amplas sobre os efeitos sociais de suas atividades e, portanto, a formação do contador deve considerar essa tendência.

A Resolução CNE/CES nº 10, de 16 de dezembro de 2004, do Ministério da Educação (MEC), que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Ciências Contábeis em seu Art. 4º estabelece que o curso de graduação em Ciências Contábeis deve possibilitar formação profissional que revele, pelo menos, as seguintes competências e habilidades:

I - utilizar adequadamente a terminologia e a linguagem das Ciências Contábeis e Atuariais; II - demonstrar visão sistêmica e interdisciplinar da atividade contábil; III - elaborar pareceres e relatórios que contribuam para o desempenho eficiente e eficaz de seus usuários, quaisquer que sejam os modelos organizacionais; IV - aplicar adequadamente a legislação inerente às funções contábeis; V - desenvolver, com motivação e através de permanente articulação, a liderança entre equipes multidisciplinares para a captação de insumos necessários aos controles técnicos, à geração e disseminação de informações contábeis, com reconhecido nível de precisão; VI - exercer suas responsabilidades com o expressivo domínio das funções contábeis, incluindo noções de atividades atuariais e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, que viabilizem aos agentes econômicos e aos administradores de qualquer segmento produtivo ou institucional o pleno cumprimento de seus encargos quanto ao gerenciamento, aos controles e à prestação de contas de sua gestão perante à sociedade, gerando também informações para a tomada de decisão, organização de atitudes e construção de valores orientados para a cidadania; VII - desenvolver, analisar e implantar sistemas de informação contábil e de controle gerencial, revelando capacidade crítico analítica para avaliar as implicações organizacionais com a tecnologia da informação; VIII - exercer com ética e proficiência as atribuições e prerrogativas que lhe são prescritas através da legislação específica, revelando domínios adequados aos diferentes modelos organizacionais.

Compartilhando com esses princípios, o Projeto Pedagógico do Curso de Ciências Contábeis aprovado em 2007 explicita, ainda, o seu comprometimento com as questões de Desenvolvimento Regional e da Região Semiárida do Nordeste Brasileiro, onde a Universidade Estadual de Feira de Santana está inserida. Busca-se então o desenvolvimento de competências e habilidades em acordo com o órgão de classe (o Conselho Federal de Contabilidade), os princípios e valores éticos e as diretrizes curriculares nacionais, assim discriminadas:

a)    Demonstrar visão sistêmica e interdisciplinar da atividade contábil;

b)    Ser capaz de desenvolver, analisar e implantar sistemas de informação contábil e de controle gerencial, revelando capacidade crítico-analítica para avaliar as implicações organizacionais com a tecnologia da informação;

c)     Ser capaz de aplicar o raciocínio lógico e crítico-analítico, visando à elaboração de pareceres e relatórios empresariais de natureza econômico-financeira que contribuam para o desempenho eficiente e eficaz de seus usuários, quaisquer que sejam os modelos organizacionais;

d)    Ser capaz de articular, motivar e liderar equipes multidisciplinares para a captação de dados, geração e disseminação de informações contábeis, com reconhecido nível de precisão;

e)    Ser proficiente no uso da terminologia e linguagem contábil, entendendo não apenas como a Contabilidade deve se comunicar com os diversos estratos de usuários, mas, principalmente, porque deve se comunicar desta ou de outra forma;

f)      Reconhecer que o atual papel da Contabilidade não se esgota no fornecimento de dados que viabilizem a otimização de resultados econômicos, mas deve abranger também a divulgação de eventos de interesse social;

g)    Aplicar adequadamente a legislação inerente às funções contábeis;

h)    Exercer com ética, humanismo e proficiência as atribuições e prerrogativas que lhe são prescritas através da legislação específica, revelando domínios adequados aos diferentes modelos organizacionais;

i)      Compreender que a contínua aquisição de conhecimentos é condição essencial ao adequado exercício profissional, especialmente na atual conjuntura econômica;

j)      Exercer suas responsabilidades com o expressivo domínio das funções contábeis, incluindo as atividades atuariais e de quantificações de informações financeiras, patrimoniais e governamentais, que viabilizem aos agentes econômicos e aos administradores de qualquer segmento produtivo ou institucional o pleno cumprimento de seus encargos quanto ao gerenciamento, aos controles e à prestação de contas de sua gestão perante à sociedade, gerando também informações para a tomada de decisão, organização de atitudes e construção de valores orientados para a cidadania.

k)     Atuar com a consciência de sua responsabilidade para com o desenvolvimento de uma sociedade democrática, justa e solidária, especialmente no que se refere aos interesses dos que habitam o semiárido baiano.

Fonte: Projeto de Renovação do Reconhecimento do Curso.

Recomendar esta página via e-mail: